IDIOMA: 
   RADIO TANGARÁ    Buscar en:       Búsqueda rápida       AYUDA: Básica | Glosario 
NOVEDADES
RECOMENDADOS
OFERTAS
NOTICIAS
     (noticias, artículos,      conciertos,...)
Suscríbete a nuestra Lista de
Correo Electrónico.

para recibir al instante noticias y avisos de promociones especiales.
Nombre:
Correo electrónico:


He leído y acepto las normas de confidencialidad del site


DESCRIPCIÓN DISCO
  Título:   Jogos da noite       
 
  Artista/Autor:   SUZANA SALLES, PEPÊ MATA MACHADO, SÉRGIO REZE & FILIPE MASSUMI  
  Sello:   Circus , Brasil , 2017  
  Estilo:   voz & grupo instrumental - MPB  
 
  Info:   Suzana Salles (voz), Pepê Mata Machado (guitarra acústica), Filipe Massumi (cello), Sérgio Reze (batería, gongos melódicos).

Coro en “Corre Mais”: Paulo Padilha, Felipe Stucchi, Filipe Magalhães, André Magalhães, Sergio Reze, Filipe Massumi, Pepê Mata Machado.


"Jogos da Noite é um CD e espetáculo musical com canções de Pepê Mata Machado para poemas simbolistas brasileiros.
“No tempo de duração da canção passa-se o poema, como filme, como peça teatral, transfigurado, agora cantado nas respirações elétricas e nas pulsações da música. E, como a borboleta do velho catálogo de espécimes raras que é liberta do alfinete, como a ave na parede que volta a voar, saindo das páginas dos livros, lançada ao ar em esplendor, a poesia voeja em canção.” Assim, o compositor Pepê Mata Machado define a experiência de verter para a canção poemas brasileiros de estética simbolista criados originalmente no limiar dos séculos XIX e XX.
Pepê criou canções para alguns epígonos nacionais do movimento literário que tem seu início na França, durante o conturbado último quartel do século XIX, e que, ao chegar ao Brasil, logo se espalhou por todas as suas regiões, tendo recebido também influências extra-literárias de acontecimentos locais historicamente importantes, como o início da República, as revoltas populares e a assinatura da Lei Áurea. Dentre esses epígonos do movimento estão Cruz e Souza, Alphonsus de Guimaraens e Álvaro Moreyra.
Intérprete e co-autora no projeto a cantora Suzana Salles esteve envolvida desde o início com o processo composicional, oferecendo generosamente elementos para a realização da composição/interpretação dos poemas-canções. Um procedimento comum na composição erudita contemporânea, porém raro na canção popular. E é justamente como intérprete, num quarteto formado pelo violão do compositor, por Sergio Reze, na bateria e gongos melódicos e Filipe Massumi, no violoncelo, que esse trabalho de co-autoria se revela mais forte e necessário. Juntos, estes 4 músicos mais o produtor musical André Magalhães são co-produtores num CD que vem com uma dose extra de poesia: aqui, em 13 faixas surpreendentes, a canção popular mostra porque um movimento literário instigante, cheio de mortes, renascimentos e contradições inspirou e inspira poetas “malditos”, compositores e cantores de todos os tempos.
Com projeto gráfico concebido e desenvolvido pela artista plástica Edith Derdyk, esta produção primorosa surge, no grande caldo da canção contemporânea, salpicada de poemas e poetas de nossa língua hoje esquecidos em meio a convulsões civis e estéticas posteriores. Transpostas para o momento presente, essas poesias emergem, provocam e questionam na atualidade histórica de num Brasil profundo." (Texto de divulgación del sello discográfico)
 

Formato Disponibilidad Precio
CD Disponible  18,49 €    
TEMAS 
   1 -Corre mais   
(Pepê Mata Machado - Emiliano Perneta)
  
   2 -Minha senhora, o amor   
(Pepê Mata Machado - João Antonio de Azevedo Cruz)
  
   3 -Lua Camélia   
(Pepê Mata Machado - Antonio Francisco  da Costa e Silva)
  
   4 -Gargalhada nº 2   
(Pepê Mata Machado - João da Cruz e Souza)
  
   5 -O martelo   
(Pepê Mata Machado - Manuel Bandeira)
  
   6 -Dois moinhos  
(Pepê Mata Machado - José Albano)
  
   7 -Saudades  
(Pepê Mata Machado - Casimiro de Abreu)
  
   8 -O lindo conto  
(Pepê Mata Machado - Álvaro Moreyra)
  
   9 -Dor  
(Pepê Mata Machado - Álvaro Moreyra)
  
  10 -Balada esparsa  
(Pepê Mata Machado - José Albano)
  
  11 -Ismália  
(Pepê Mata Machado - Alphonsus Guimaraens)
  
  12 -Tarde morta  
(Pepê Mata Machado - Eduardo Guimarães)
  
  13 -Quadras  
(Pepê Mata Machado - Álvaro Moreyra)
  




Home  Quiénes somos  Términos Legales  Confidencialidad y Seguridad  Contacto

Copyright 2000 TANGARA.NET